Mítica Rampa da Falperra com recorde de inscrições

Já aquecem os motores para mais uma edição da mítica Rampa da Falperra. A 37ª edição da prova rainha da montanha arranca já no próximo dia 6 de Maio, trazendo a Braga milhares de aficionados do desporto automóvel.

Uma prova recebida com “muita satisfação” por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, esperando que esta edição se traduza em mais um sucesso, ao mesmo tempo que contribui para a afirmação da marca Braga.

“Quer em provas de montanha como esta, quer em provas de velocidade realizadas no circuito Vasco Sameiro ou noutros eventos desportivos, o Município tem procurado garantir todas as condições para que Braga continue a ser um espaço de referência a nível nacional e internacional”, referiu o Autarca, durante a apresentação da prova que decorreu esta Sexta-feira, 29 de Abril, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho.

A edição deste ano prepara-se para bater o recorde em número de participantes ultrapassando os 160 pilotos inscritos, que farão as delícias dos milhares de espectadores que se deslocam a Braga para acompanhar todas as incidências da prova.

Sublinhando que a Rampa da Falperra é um dos principais indutores de áreas como a restauração e hotelaria no Concelho e na Região, Ricardo Rio referiu que seria importante medir o impacto económico de um evento desta natureza. “Este fim-de-semana representa um encaixe financeiro de largas centenas ou até milhões de euros para o comércio e restauração da Região, pois estamos a falar de uma iniciativa que acarreta consigo milhares de pessoas”, concluiu.
As ver ificações técnicas e documentais daquele que é o mais importante evento de competição automóvel a nível Ibérico voltam a ser realizadas no Largo do Pópulo e no gnration, respectivamente, estando igualmente previsto um desfile e exposição de todas as viaturas em competição num circuito urbano que se iniciará no Largo do Pópulo e terminará, em exposição, na Avenida Central.

António Barbosa Ferreira, presidente do Clube Automóvel do Minho, referiu que foi feita uma “análise às condições de segurança da pista com vista a melhorar a prestação dos pilotos”. Segundo o responsável, a Rampa da Falperra é esperada com “muita ansiedade”, uma vez que se trata da “prova rainha em toda a Europa, fruto de um traçado desafiante e pela da qualidade do público, dos pilotos e das equipas que nela participam”.

Além dos campeonatos nacionais, a prova é pontuável para o campeonato da europa da categoria e tem o selo de garantia da FIA, organização que gere o desporto automóvel mundial. Ni Amorim, vice-presidente da FPAK, referiu que a Rampa da Falperra “é um ícone da montanha em Portugal e continua a fazer história no automobilismo”.

Segundo o antigo piloto, a FIA está atenta a esta prova por isso, “é necessário continuar a trabalhar no sentido de obter relatórios favoráveis dos observadores, para que a Rampa da Falperra continue a fazer parte do calendário internacional de provas de montanha”.


A 37.ª edição da Rampa da Falperra decorre de 6 a 8 de Maio e é mais um evento que promove Braga, a Região e o País.